23
Dez

Bionat é a Nova Opção em Soluções Biológicas

Kimberlit, empresa líder no segmento de fertilizantes especiais, especializada em nutrição e fisiologia de plantas, de olho em um mercado crescente, investe na produção de defensivos biológicos e inaugura a Bionat, fábrica que desenvolverá, produzirá e comercializará soluções biológicas inteligentes, sustentáveis e eficientes. Segundo dados da Associação Brasileira de Controle Biológico (ABC-Bio), o segmento faturou R$ 464,5 milhões em 2018 e a perspectiva é de crescer 20% em 2019.

“A Bionat surge a partir da visão de futuro do agronegócio mundial e das necessidades manifestadas pelos agropecuaristas de todas as regiões por produtos que potencializem os resultados no campo, e tenham um caráter sustentável.

Os números mostram que esse é um mercado de grande potencial; 57% dos produtores brasileiros dizem desconhecer os biodefensivos, de acordo com levantamento realizado pela ABC-Bio; temos um mercado extenso para desbravar”, afirma Luciano de Gissi, diretor na Bionat.

Foram cinco anos até que a nova empresa fosse concluída. Em 2016 o projeto foi minuciosamente estudado, pesquisado, trabalhado e detalhado com o auxílio de consultoria especializada e de pesquisadores do Instituto Biológico, da UFSCAR (Universidade Federal de São Carlos) e da ESALQ (Escola Superior de Agricultura da Universidade de São Paulo).

Com projeto arquitetônico e industrial aprovado em 2017, a primeira fase a unidade fabril da Bionat - localizada em Olímpia (SP) - está distribuída em 400 m2 de edificações com capacidade de produção de bioprodutos para tratamento de até 350 mil hectares por ano e contará com 8 funcionários.

A fábrica está aparelhada com equipamentos de tecnologia de ponta para a produção de fungos e bactérias, como um biorreator de última geração que pode ser controlado pelo celular, além de possuir processo de incubação e extração com alto grau de automação e oferecer um ambiente totalmente asséptico para reduzir a possibilidade de

contaminação – como parede revestida com tinta hospitalar antibacteriana, piso emborrachado e lavável, mobiliário produção em inox 316, com o objetivo promover um espaço saudável para a produção.

A Bionat está funcionando em fase de testes e tem previsão de início de produção em escala a partir agosto, com a liberação de registro feita pelo Mapa(- Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), oferecendo ao mercado dois defensivos que têm como foco o combate às pragas cigarrinha e mosca-branca: o Metarhizium anisopliae,

fungo que é comprovadamente eficaz controlador biológico de várias espécies e cigarrinhas que ocorrem na agricultura, produzido em arroz, sob condição

de excelente de assepsia, rigoroso controle de qualidade a fim de garantir a ausência de contaminantes, eficiência na germinação e virulência dos conídios; e Beauveria bassiana, inseticida microbiológico indicado para o controle de insetos e ácaros pragas nas mais diversas culturas, tais como a mosca-branca, ácaro rajado, etc.

Clique aqui para baixar o artigo completo